A capacitação do professor para atuar com a informática educativa

O fato de equipar a escola com computadores não é garantia de que este recurso será utilizado para a melhoria do processo de aprendizagem e de que ele por si só vá resolver os problemas da educação. Vimos, anteriormente, que o professor tem papel fundamental neste processo.

A informática aplicada à educação ainda é um mistério para alguns professores e o nó da questão está na formação docente, pois muitos educadores ainda não sabem o que fazer com os recursos que a informática oferece. E, nesse sentido, a chave do problema é a questão da formação, da preparação dos educadores para saberem como utilizar esta ferramenta como parte das atividades que realizam na escola.

Não basta estar na Lei o direito à capacitação, é necessário que esta prepare o professor para atuar com competência, certo de que vivemos num mundo onde diversos meios podem levar ao raciocínio e ao conhecimento e de que a aprendizagem pode acontecer de várias maneiras, além da tradicional aula expositiva.

Desta forma é preciso capacitar o professor para que os recursos da informática contribuam para esta nova forma de aprendizagem que é consequência da inserção das novas tecnologias no cotidiano e da linguagem imposta pelos meios de comunicação. Hoje ler o escrito não basta. Para ler o mundo é também necessário ler as mensagens tecnológicas e sua interferência nas formas de organização de nossa sociedade e nossa cultura.

Anúncios